óleo essencial de "canela" - Cinnamomum zeylanicum Ver maior

Apenas online

óleo essencial de "canela" - Cinnamomum zeylanicum

Novo

"canela" - Cinnamomum zeylanicum - disponível em frascos de 10ml, 20ml, 50ml, 100ml, 250ml - clique aqui para escolher

Mais detalhes

2,34 €

Mais informação

Óleo essencial de “canela”

 

Nome: Cinnamomum zeylanicum

Órgão produtor: cascas

Método de extração: arrastamento por vapor de água

Cheiro: muito doce, especiarias, ervas

Usos/Aplicações: fitoterapia, aromaterapia, perfumaria, cosmética.

Usos

 Em fitoterapia as cascas são usadas como digestivo, carminativo (para a redução de gases intestinais), aperitivo estimulante das secreções gástricas, antiespasmódico (para as cólicas), na dismenorreia (cólicas menstruais) e diarreias infantis.

 O óleo essencial é usado internamente 2 a 3 gotas 1 a 2 vezes por dia, antes das refeições para combater as cólicas (podendo ser tomado sobre um torrão de açúcar). Externamente entra em preparações dermatológicas para combater micoses cutâneas. No entanto o seu uso cutâneo causa dermatites, pelo que que não se deve utilizar.

 

Características da planta

 A caneleira-do-ceilão (Cinnamomum zeylanicum), da família das Lauráceas é uma árvore originária do Sri Lanka (antigo Ceilão) e da Índia. Também é designado por caneleira-verdadeira, caneleira-da-índia e pau-canela, sendo que no Brasil é ainda conhecido por cinamomo.

 O óleo essencial é obtido por arrastamento por vapor de água das cascas dos ramos jovens. Normalmente, dos seus constituintes químicos fazem parte o cineol, o linalol, o b-cariofileno, o eugenol (<7,5 %), a cumarina (<0,5%) e principalmente o aldeído trans-cinâmico (55 a 75%).

 

 

 

Não administrar por via oral nem topicamente os óleos essenciais desta planta a crianças menores de 6 anos nem a pessoas com problemas respiratórios alérgicos ou com hipersensibildade conhecida a este ou outros produtos aromáticos.